Porcelanato líquido: uma opção para mudar o piso sem quebra-quebra

Olá, pessoal! Todos bem? Espero que sim! 🙂

Atendendo ao pedido de uma amiga, trouxe um assunto que não é mais novidade no mercado, mas que tem sido bastante abordado atualmente: o porcelanato líquido.

porcelanato liquido colorido cozinha

Na verdade, este material não é um porcelanato propriamente dito. Popularmente conhecido como porcelanato líquido, o piso monolítico é composto por resina, sendo as mais utilizadas a de epóxi e a de poliuretano (PU), por isso também é chamado de piso resinado. De porcelanato não tem nada, foi assim nomeado devido ao seu acabamento brilhante, semelhante ao do porcelanato polido de alto brilho.

Pode ser aplicado sobre diversos tipos de superfície, tornando-se uma opção para quem não deseja quebra-quebra, entulhos e outros transtornos relacionados à troca de pisos.

O resultado final é um piso liso e uniforme, uma vez que não possui juntas/emendas. O ambiente parece ter um placa única de porcelanato, conferindo maior sensação de amplitude.

Projeto de Fernando Spadoni

Projeto de Fernando Spadoni

Projeto de Mariane e Marilda Batista

Projeto de Mariane e Marilda Baptista Arquitetura

É impermeável, resistente, fácil de limpar e, por não ter juntas, não acumula micro-organismos, sendo amplamente utilizado em hospitais, indústrias farmacêuticas, alimentícias, automobilística, entre outras. Também podem ser encontrados em ambientes com alto tráfego, como estacionamentos de shoppings, concessionárias e quadras esportivas. Seu uso em residências é mais comum no exterior, mas tem gerado grande interesse por aqui, embora ainda não seja tão utilizado.

Este produto é comercializado por metro quadrado sob a forma de um líquido viscoso e de rápida secagem. O valor da instalação do porcelanato líquido pode variar de acordo com o tipo de superfície a ser aplicado, com a espessura da resina (geralmente 3mm), entre outros fatores, mas em média, custa a partir de R$ 150/m².

Antes da aplicação é necessário realizar o nivelamento prévio da superfície, como o fechamento dos rejuntes e regularização de ondulações e falhas existentes, serviço que normalmente é feito pela empresa ou profissional contratado.

Diferenças entre a Resina Epóxi e Resina Poliuretano

Ambas as resinas, epóxi e poliuretano, são visualmente semelhantes. A escolha vai depender das características do local onde será aplicada, pois cada uma possui suas particularidades.

A resina epóxi oferece ótimo acabamento, tem moderada resistência a agressões químicas, sendo mais recomendada para ambientes internos, pois não é muito flexível e pode sofrer trincas ou rachaduras com variações de temperaturas.

A resina poliuretano oferece maior flexibilidade mecânica e alta resistência química contra raios UV, muito indicada para áreas externas, onde é preciso acompanhar as variações climáticas, podendo também ser utilizada em ambientes internos.

Aplicação do porcelanato líquido

O vídeo abaixo mostra uma forma de aplicação do produto sobre um piso cerâmico já existente, no qual foi realizado um efeito marmorizado:

Vantagens do porcelanato líquido 

» Pode ser aplicado sobre diversos tipos de superfície como: concreto, contra piso, cerâmica, pedras em geral (mármore, granito etc), sendo uma opção para quem não deseja encarar uma reforma com retirada do piso existente.

» Fácil aplicação e rápida secagem.

» É resistente, não quebra quando objetos pesados caem no chão.

» É impermeável e de fácil limpeza, bastando um detergente neutro e água, não sendo aconselhável o uso de produtos químicos. Por não possuir juntas, não há problemas de rejuntes desgastados e encardidos.

» Além da opção de cor sólida, é possível criar efeitos que imitam pedras como o mármore, por exemplo, ou personalizar o piso com a imagem que desejar. Já viu aqueles pisos 3D super realistas? Para isso, o adesivo com a imagem impressa é aplicado no piso, sendo coberto por uma resina transparente.

Imagem via

Piso de epóxi na cor verde-água. Imagem via

Porcelanato líquido com efeito marmorizado.

Porcelanato líquido com efeito marmorizado.

Que tal uma sala no mar?

Para os amantes do mar… que tal essa sala? rs

Desvantagens do porcelanato líquido 

» O profissional deve ser especializado e o produto de boa qualidade. Este é um fator de extrema importância, imprescindível, caso contrário, o resultado pode ser desastroso. Segundo relatos de pessoas que colocaram o porcelanato líquido com pessoas não capacitadas e/ou material de má qualidade, o piso pode ficar cheio de bolhas, com rachaduras, entre outras patologias. Pesquise muito bem e busque referências antes de contratar o serviço. Por não ser ainda muito utilizado em residências, talvez não seja tão fácil encontrar mão de obra qualificada.

» Como comentei mais acima, há relatos de que a resina epóxi na cor branca acaba amarelando com a incidência de raios solares.

» Embora seja bem resistente, dizem que o porcelanato líquido não está livre daqueles risquinhos que normalmente são vistos quando bate luz. Porém, a situação pode ser revertida com um polimento.

Porcelanato líquido x Pintura Epóxi

A pintura epóxi é uma das opções de “reforma limpa” e rápida, pois para mudar um ambiente só é necessário pintar o piso e azulejos existentes. É bastante utilizada em banheiros, já que as superfícies podem ser lavadas. Porém, a pintura com tinta epóxi é bem diferente do porcelanato líquido feito com resina epóxi.

As principais diferenças estão na espessura, resistência, durabilidade e no preço de cada serviço, já que o piso de resina epóxi pode custar 4 ou 5 vezes mais que a pintura.

Mais algumas inspirações…

O porcelanato líquido vem ganhando espaço por sua facilidade de limpeza e elegância conferida aos ambientes. Muitos arquitetos e designers de interiores têm utilizado este material em seus projetos.

Imagem via

Imagem via

Imagem via

Achei bem interessante o efeito marmorizado que pode ser obtido com o porcelanato líquido. Na imagem abaixo, o piso é tão brilhante que parece até vitrificado.

porcelanato liquido resina marmorizado cozinha sala

porcelanato liquido resina cozinha

O piso de resina pode ser uma das escolhas para quem deseja ousar na decoração, já que o leque de cores é extenso, além da possibilidade de criar sua própria estampa com adesivos.

Projeto de Estúdio Risco via Histórias de Casa.

Projeto de Estúdio Risco via Histórias de Casa.

Imagem via

Projeto de Fabiana Stuchi e Carlos Leite. Imagem via

Tampo azul da bancada da cozinha combinando com o piso.

A bancada azul da cozinha conversa com o piso e contrastam com o branco dos armários e parede. Imagem via.

Piso epóxi preto. Imagem via Histórias de Casa.

Piso epóxi preto. Imagem via Histórias de Casa.

Projeto de SuperLimão

Esta cozinha recebeu um graffiti, o qual foi coberto por uma resina transparente. Projeto de SuperLimão Studio

No projeto abaixo, o porcelanato líquido foi aplicado nas salas de estar, jantar e cozinha. Utilizar o mesmo revestimento para os três ambientes é uma forma de se obter a desejada sensação de amplitude.

Projeto de Vapor 324

Projeto do escritório de arquitetura Vapor 324

O porcelanato líquido também pode ser aplicado no banheiro. Quem não curte o aspecto super brilhante dos pisos, pode optar pelo acabamento fosco. Em minhas pesquisas vi que é possível adicionar uma camada antiderrapante também.

O porcelanato líquido também pode ser aplicado no banheiro.

O porcelanato líquido também pode ser aplicado no banheiro. O acabamento também pode ser fosco para os que não curtem superfícies brilhantes.

Alguns porcelanatos retificados podem ser assentados com junta seca, ou seja, sem necessidade de espaçamento entre uma peça e outra ou mesmo com juntas mínimas. Se a cor do rejunte utilizado for bem próxima a do porcelanato, a sensação é de que foi colocada uma peça única no ambiente. Porém, com o passar do tempo, as emendas acabam ficando visíveis. Assim, um dos grandes atrativos do porcelanato líquido/piso de resina é a ausência de juntas.

No projeto abaixo, a designer de interiores Hellen Pacheco utilizou a resina autonivelante epóxi nas salas de estar e jantar, contribuindo para a unidade visual do ambiente.

 Projeto de Hellen Pacheco

Projeto de Hellen Pacheco

Eu achei bem interessante esta opção de mudar o piso sem precisar passar pelo quebra-quebra tradicional. Às vezes desejamos dar um up em nossa casa, mas só de pensar em reforma logo vem o desânimo.

Como é um material que foge do tradicional e relativamente novo para residências, ficamos um pouco receosos. Seria um bom custo-benefício? Como o piso se comporta ao longo dos anos?

Em minhas pesquisas não encontrei muitos relatos de pessoas que optaram pelo porcelanato líquido, se você colocou e deseja deixar sua opinião, escreva na caixa de comentários!

2 ideias sobre “Porcelanato líquido: uma opção para mudar o piso sem quebra-quebra

    • Por nada, Fê! 🙂
      Fica mto lindo mesmo, a possibilidade de não usar rejunte é tentadora, fora as inúmeras opções de cor, né?
      Mas acho que o fator que mais me atrai é não precisar retirar o piso antigo.

      Beijoooo

Olá, obrigada pela visita. Deixe seu comentário!