Acampando em Ubatuba!

Olá pessoal, todos bem?

Chegamos de viagem na segunda-feira à tarde. Foi uma delícia! Aproveitamos demais, conhecemos novos lugares e voltamos torrados (já garanti meu bronze do ano rs).

Nós ficamos em um camping em que passamos a virada de 2013/2014, o Camping Caracol. Fica na Praia da Fazenda, quase divisa com Rio de Janeiro. Essa praia foi cenário da minissérie global “A Muralha”.

O camping está localizado dentro dos limites do Núcleo Picinguaba – Parque Estadual da Serra do Mar. Para poder acampar lá, deve-se entrar em contato com o Sr. Mayr, dono do camping, e passar a placa do carro, pois há fiscalização logo na entrada da praia.

Para quem não conhece o camping, recomenda-se ir de dia, já que não há energia elétrica por lá e deve-se percorrer um trecho pela praia até o local.

É um dos campings que mais gostamos até agora. É bem rústico, super simples e super familiar. Nas duas vezes que estivemos lá vimos mais famílias com crianças e casais. Mesmo no Ano Novo não houve bagunça e nem super lotação.

O horário de silêncio é respeitado e é proibido colocar som (nem alto, nem baixo) na área de camping, isso é uma das coisas que mais gostamos, pois já acampamos em lugares em que o pessoal disputava quem colocava o som do carro mais alto e isso ia até a madrugada, apenas imaginem!

O camping é bem grande, gramado em sua maior parte e com muitas árvores. Conta com gerador de energia a gás, então para quem não curte banho frio pode usufruir dos chuveiros quentes (nós nunca tomamos banho quente lá, a água geladinha era um alívio para o calor, uma delícia). Os banheiros eram limpos constantemente.

Os únicos pontos com luz são na cozinha comunitária, banheiros e área de lavar-louças/roupas. Quando o camping está com bastante movimento, percebemos que o Sr. Mayr deixa os banheiros sempre acesos, mas dessa vez em que havia poucas pessoas, ele apagou as luzes, então lanterna é imprescindível!

Existe também uma cozinha comunitária (o fogão é bem antigo, mas funciona! rs Mas o forno não), varal extenso, local para lavar louças, roupas, para cortar peixes e carnes. É proibido amarrar cordas das barracas, lonas, tendas e afins nas árvores, mas existem diversos bambus já cortados para auxiliar nesse quesito.

Enfim, o camping é bem no “meio do mato” mesmo, maravilhoso para quem curte esse contato próximo à natureza, dormir apenas ouvindo as cigarras e o mar, curtir os vaga-lumes à noite (é lindo demais vê-los piscando na escuridão) e um céu tão estrelado que até parece um planetário! Pena que não deu para tirar foto, pois é algo espetacular, lindo demais! Todas as noites íamos com nossa lanterna até a praia para curtir o céu.

Bom, agora que falei mais que o “homem da cobra”, vamos às fotos. Colocarei fotos das duas vezes em que fomos para lá, ok?!

comida campingPrimeiro, uma foto para mostrar uma ínfima parcela de coisas que nós levamos. Como nós ficaríamos bastante tempo e lá não tem restaurantes pertinho ou barraquinhas de praia (e marido ama cozinhar no camping), levamos muita comida. E a cada ano “inventamos” algo. Dessa vez queríamos fazer um churrasquinho, então foram mais itens pra levar. Sério, o carro fica sempre abarrotado de coisas! Logo mais precisaremos de uma carreta! rs

praia da fazenda ubatubaA Praia da Fazenda é bem extensa e o camping fica no final da praia (bem longe da entrada), então, mesmo na alta temporada dá para contar a quantidade de guarda-sóis presentes. É muito sossegada, dá para relaxar e curtir!

canto da paciencia bica d'agua praia da fazenda ubatubaBica d’água no chamado “Canto da Paciência”. Fica perto do camping, ótima para ir após o banho de mar.

praia da fazenda ubatuba 2Olha como a praia é vazia! E é tão extensa que não conseguimos enxergar a outra ponta.

praia de picinguaba ubatubaEssa é a Praia de Picinguaba. Um pouco mais adiante da Praia da Fazenda (sentido Paraty) existe uma estradinha sinuosa que leva à esta vila dos pescadores. Fomos para lá para pegar um barco em direção à Ilha dos Couves. Tinha lido sobre ela e queríamos conhecer!

Ilha dos Couves UbatubaEssa ilha é linda! Dá para fazer snorkeling, a água é bem transparente. Você combina o horário que quer voltar com o barqueiro e ele te busca.

Camburi ubatubaEsta é Camburi, última praia de Ubatuba, já na divisa com Trindade – RJ. É uma praia bem bonita, porém a estradinha que dá acesso à praia, achei bem punk! É uma looonga descida com trechos de asfalto ruim, terra e muitas pedras.

cachoeira da escada ubatuba 2 (2)Cachoeira da Escada, lindíssima! Localizada em frente à entrada para a Praia de Camburi, do outro lado da rodovia (sentido contrário à Paraty). Fomos bem cedinho, pois todas as vezes em que passamos por ela estava cheia de gente.

mirante ubatuba estrada praia da almadaNo caminho à outra praia, paramos num mirante para apreciar o visual…

praia da almada ubatubaPraia da Almada, localizada algumas praias antes da Praia da Fazenda (sentido Paraty). A estrada também é longuinha até a praia, mas o asfalto é bem melhor que o da estradinha para Camburi. A praia é bem badalada, tem alguns restaurantes, mais gente, passeios de escuna, aluguel de caiaque e prática de stand up paddle, já que a praia é uma piscina, quase sem ondas. Novamente fomos cedo, pois tem pouco lugar para estacionar (e o estacionamento gratuito já estava lotado). Adoramos, ficamos um bom tempo na água, uma delícia!

Casa da FarinhaFomos conhecer também a Casa da Farinha. É um maquinário muito bacana e até hoje funciona, tanto é que no local são vendidos saquinhos de farinha de mandioca produzidos lá. Pena que não foi possível vê-lo funcionando. O engenho foi construído no final do século passado para a produção de álcool e açúcar. A roda d’água e o engenho são feitos de ferro fundido e foram importados da Inglaterra. Foi abandonado, mas em 1985 foi reformada e adaptada para a produção de farinha. No local também é vendido um bolinho de mandioca recheado e frito, feito por uma senhorinha muito simpática!

riacho casa da farinha trilhaAo lado da Casa da Farinha, passa esse lindo riacho!

riacho trilha casa da farinhaPegamos uma trilha existente ao lado desse riacho e numa “entradinha” à direita, nos deparamos com esse cenário de tirar o fôlego!

riacho trilha casa da farinha peixesÁgua cristalina e vários peixinhos! =)

paratyAssim como no ano passado, demos uma esticadinha em Paraty – RJ. O centro histórico é belíssimo, não à toa é considerada Patrimônio Histórico Nacional. É uma viagem ao túnel do tempo, você se perde pelas ruelas de pedras e nos encantos arquitetônicos da época. Eu já tinha ido quando criança, mas me lembrava bem do local, da igreja. Marido não conhecia e adorou, tanto que quis voltar este ano. Desta vez, fomos durante a semana e foi ótimo, pois estava beeeeeem mais tranquilo, como podem ver nas fotos a seguir:

igreja paraty

paraty centro historico

paraty centro historico 2

paraty centro historico 3Olha que charme essas mesinhas e a bicicleta com caixote de flores! <3

ruelas de paraty

comida refeiçoes almoço janta camping cozinhando no campingAlguns de nossos rangos! Nós descansamos, mas comemos muito também! 😀  Dessa vez teve até batatas assadas na brasa e churrasco de abobrinha, berinjela e cebola! rs Ah, a gambiarra da vez foi essa: eu levei o coador de papel, mas esqueci o suporte, então tivemos que improvisar com uma garrafa de água cortada. Deu super certo!

organizaçao barracaOrganização da nossa barraca.

barraca campingO outro lado.

quarto barracaNosso quarto.

por do sol fim de tarde praia da fazenda ubatuba por do sol fim de tarde ubatuba praia da fazenda por do sol praia da fazenda ubatubaE para finalizar, o belíssimo fim de tarde na Praia da Fazenda… a cada dia, novas cores!

E foi assim nossa puxadíssima semana na praia! =)

13 ideias sobre “Acampando em Ubatuba!

  1. Amigaa, o que dizer além de lindooo, não sei, demais essas fotos, adorei tudo!! Até sua barraca…que organizada, que comidas maravilhosas, até no improviso tu capricha hein, adorei!
    Agora que praias são essas?? Nossa que vontade de conhecer, vou mostrar pro marido quem sabe ele topa ir conhecer pelo menos uma rsrs. A gente sempre fica na praia grande de ubatuba sabe, antes do centro de ubatuba.
    Me conta… vcs não ficaram com medo do barqueiro não ir buscar vcs na ilha do couve? rsrs (brincadeirinha) que lindo lá. Ah Parati já fui, mas acho tão pequena a cidade que não tem muito o que ver então fizemos um passeio de escuna, foi legal!
    Nossa, que delícia ver essas fotos!! Parabéns pelo passeio. Ameii. Bjo
    renovandoacasasempre.blogspot.com.br

    • Oi amiga!!! Vc viu nossa casa móvel… rsrs
      Nem parece que cabe tudo isso dentro do carro, né?! rs
      Que lindas as praias, né?! Tb queríamos conhecer uma outra meio deserta que nos falaram que é linda, mas tinha que pegar uma trilha meio longa, então deixamos pra próxima!
      Ah eu sei sim, acho que já fui nesta praia qdo criança com meus pais!
      Qto ao barqueiro… kkkkkk sabe que nós ficamos comentando sobre isso? Ele passou o cel dele tb, mas sempre rola um medinho, né?! A maioria do pessoal foi embora mais cedo, nós fomos os penúltimos a sair da ilha, deu uma sensação estranha… rsrs
      Dessa vez nós conseguimos ver e andar bem melhor por Paraty que da outra vez, entramos sossegados nas lojinhas (vários artesanatos lindos, mas umas coisas mto caras, né?!), curtimos mais as ruas… o bom é que estávamos bem perto de lá!
      Fala com seu marido sim de conhecer outras praias! Ubatuba tem praias tão lindas!
      Que bom que gostou das fotos!! Nós tiramos tantas que foi difícil escolher para colocar no post!
      E aproveitem muuuuuito o passeio de vcs, façam uma ótima viagem!!!
      Beijooo

  2. Que lugar encantador 🙂
    Pessoalmente não sou fã de acampar, mas a minha tenda é tão pequena que mal me consigo mexer lá dentro. Se calhar, também é isso. Mas por essas paisagens valeria a pena.
    Também não sei como são as coisas aí, mas cá ficar num parque de campismo sai quase ao mesmo preço do que ficar num hotel (aqui os piores hotéis são razoáveis e têm sempre casa de banho privada, coisa que em França não acontece) e se ficar fora do campismo pode-se ter alguns problemas :S
    As fotos estão lindas, quero ver mais fotos do Brasil 😀
    Btw, estava agora a ver fotos (porque fui ver ao mapa onde ficava Ubatuba e descobri que fica entre o Rio de Janeiro e São Paulo) e estava a deliciar-me com as fotografias desses três lugares até que me apareceu uma fotografia da estrada:
    http://bryan2brazil.com/wp-content/uploads/highway-freeway-S%C3%A3o-Paulo-traffic-Living-in-Brazil1.jpeg
    OMFG! Realmente no outro dia vi uma rapariga brasileira a queixar-se que tinha medo de conduzir. Eu amo conduzir, apesar de buracos em algumas estradas, estas costumam ser muito tranquilas, aqui em Aveiro é uma paz conduzir. (excepto para a praia porque fico sempre 20 minutos em fila)
    Beijocas*

    • Nossa, por aqui os campings costumam ser mais baratos. Existem alguns com preços equivalentes a pousadas, mas são bem poucos pelo que já pesquisei.
      Ah, Ubatuba é linda mesmo, nós gostamos muito de lá, pena que para nós é meio longe, então só quando dispomos de alguns dias seguimos para lá (um final de semana, por ex. não valeria a pena, pelo menos para acampar).
      Hahahaha que foto terrível!! E, realmente, em feriados prolongados fica assim, já peguei um trânsito parecido no Carnaval… foi muuito cansativo!
      Eu amo dirigir, é engraçado que desde criança, sempre tive vontade! Já meu marido não curte mto dirigir carro, só moto, então sou eu quem sempre dirige.
      Que delícia deve ser dirigir por aí. Em São Paulo o trânsito costuma ser uma loucura! rs
      Vinte minutos??? Que sonho!!!! rs

      Beijooo

      • Sim, eles abusam muito no que toca ao preço de campismos, embora a maioria tenha bastante qualidade – porque tem piscina, mesas para merendar, bar, supermercado…
        Pois eu calculo mesmo que no Carnaval deve ser terrível…se cá já é confuso.
        Aqui somos menos pessoas e eu até moro numa cidade bem pacata. Não se compara a Lisboa… Em Lisboa fiquei 1h na fila só para entrar na ponte 25 de Abril. Mas cá, por acaso, não tenho esse problema 😀
        Eu com confusão não gosto tanto, mas assim sem ninguém (quase) na estrada é fantástico mesmo. 😀

        • É, os campings que temos por aqui e que são mais caros tb têm esse tipo de infraestrutura.
          Ah em trânsito caótico eu tb não curto não, mas dirigir em estrada é o máximo mesmo! Gosto quando vou ao interior e passo por belas paisagens!

  3. Que delícia Angelica! Muito bom ficar perto da natureza! Mas me diz uma coisa, não é quente dormir dentro da barraca? E os pernilongos? Menina, quanta coisa vocês levaram, realmente na próxima vez é melhor alugar uma carreta mesmo rsrsrs.
    Nunca acampei, não sei se um dia acamparei pois sou um pouco fresca kkkkkkk mas ficar assim na natureza longe de civilização deve trazer uma paz…
    Nossa, Paraty, que cidade gostosa! Já conheci também, mas na época fiquei hospedada em Trindade 🙂
    Agora é começar 2015 com a energia completamente renovada o/

    Bjsssss

    • Nossa, Lisa, nós adoramos essa proximidade! É bem difícil nós encontrarmos gente que curte acampar, tivemos sorte por nós dois gostarmos… rs
      Qto à barraca, é quente sim… na verdade acho que só no início, qdo vai caindo a noite, vai esfriando… de manhã sempre acordava com friozinho. Mas como marido é SUPER calorento, comprou dois ventiladores (pequenos) que funcionam com pilha. Qdo ele me falou achei que seria $$ jogado fora, mas não é que super funcionou? Deu uma boa aliviada dentro do nosso quarto…
      E qto aos pernilongos tem sim… mas depende do lugar. Nesse que nós ficamos até que não têm mtos (por ser “no meio do mato”), por incrível que pareça, voltei bem menos picada do que qdo fiquei em apto, casa… rsrs Mas, sempre levamos vários repelentes tb…
      Mto gostoso Paraty, né?! Super charmosinha!
      Opa, deu para renovar beeeem!!! rs
      Beijos

  4. Angelica, Que maravilha!
    Estava querendo passar o natal em Ubatuba, mas não sabia onde, em que praia, em qual camping…
    Agora sei exatamente para onde vou e o que fazer! Que lugar mais lindoooo!!! Já mandei e-mail para o camping caracol.
    Obrigada pelo post!!!
    PS: Que barraca é esta que mais parece uma casa???? kkk A minha é pequenininha, Amei esta sua e a organização de tudo! Parabéns!

    • Oi Paula!
      Fiquei super feliz que curtiu o post!! Nós adoramos esse camping, super família, sossegado!
      Hahaha essa barraca é gigante, né?! Nossa casa ambulante… rs É da Quechua, modelo T6.2, mas acho que já não está mais à venda, somente o modelo maior, a T6.2 XL Air (sim, é maior ainda! rs). Nós tínhamos uma menorzinha tbm, adorávamos ela, mas marido é alto e em dias de chuva ele ficava agoniado dentro da barraca… rs.
      Ah, tenho um blog sobre viagens, lá tem mais alguns campings que conhecemos, se quiser dar uma olhada: http://www.detalhesdeviagens.wordpress.com. E se vc tiver alguma dica de camping, compartilhe conosco! 🙂

      Angélica

Olá, obrigada pela visita. Deixe seu comentário!